público maduro />

5 dicas para conquistar um público mais maduro em 2018

Empreendedora: atenção para o público com maior poder aquisitivo
 
Por Leiza Oliveira, CEO e diretora educacional da rede Minds Idiomas
 
No Brasil, uma pauta que está em uma discussão ferrenha é a reforma da previdência. De acordo com alguns economistas a previsão é dos atos da reforma serem aprovados ou negados até Fevereiro de 2018. O que poucas pessoas enxergam é que a medida foi proposta porque a população está vivendo mais e o número de jovens\adultos que têm que manter esse giro da economia está decrescendo. As pessoas estão tendo menos filhos e de forma mais tardia.
 
Mas, o que esse público maduro tem a ver com o meu negócio?
Uma pesquisa recente, apresentada em Novembro pela consultoria britânica Euromonitor, mostra o potencial de consumo dos adultos com idade de 45 a 59 anos. Em todo o planeta, essa é a faixa etária que detêm a maior renda média, por motivos que vão desde acúmulo de capital a melhores colocações no mercado de trabalho. A pesquisa apresentou a renda média em dólar, mas não desvalida a sua credibilidade no nosso país.
 
Logo, esse público tende a ser um potencial cliente para a sua empresa. Para ter uma ideia, a Euromonitor fez a previsão que a quantidade desses adultos com capital vai crescer 17% em todo o mundo até 2028. Com reforma ou sem reforma, as pessoas estão vivendo mais devido ao avanço da tecnologia e da saúde.
 
Para ajudar você, empreendedora, a adaptar o seu negócio para esse público, seguem 5 dicas que coloquei em prática na minha rede de idiomas, Minds English School, e que deram muito certo:
 
1) Adapte os seus serviços\produtos para a linguagem desses adultos

No meu caso, o curso de inglês tem muita tecnologia, e o nosso cérebro, conforme vamos avançando na idade, fica limitada a rapidez de operar alguns aparelhos eletrônicos. Para dar “aquela força” e fazer esse público aprender inglês de forma leve, porém com eficácia, treinei toda a minha equipe de professores para atender especificamente a eles. Os docentes ensinam a operar o tablet, jogar vídeo game na sala de aula, além de dar o passo a passo de como esses alunos farão as tarefas de casa online. Ou seja, eles não somente aprendem inglês, também são inclusos no mundo digital.
 
2) Ouça essa faixa etária

Estamos na era da informação rápida, porém lembre que países com elevados índices de educação compartilham o valor de ouvir os outros. Ou seja, por mais que a tecnologia venha para ajudar, a sinergia entre o experiente e a novidade é o que faz o sucesso de um negócio. Seja você uma empreendedora que entrega serviços e\ou produtos, para atender bem esse público é preciso escutar as suas necessidades e dificuldades.
 
3) Acredite nesses adultos

Já ouvi muitas pessoas falando que aprender um novo idioma quando se é criança\adolescente é mais fácil. Realmente, o nosso cérebro nessa fase tende a facilitar a captação do conteúdo, porém ele é uma massa elástica. Ou seja, podemos aprender pelo resto da vida. Incluindo inglês ou qualquer outra coisa. Logo, por mais que algumas pessoas nessa faixa etária demorem um pouco mais para ficarem fluentes, acreditamos nelas nas escolas. Cerca de 35% dos meus alunos são da melhor idade e 100% dos que concluem o curso de 18 meses falam e escrevem em inglês. Seja qual for o seu negócio: acredite nas pessoas e no seu produto!
 
4) Diversifique a sua oferta

Unir produtos\serviços para esse público final é uma tarefa árdua porque eles têm potencial de consumo e existem muitas empresas para disputar a sua atenção. Em números: as pessoas entre 55 e 59 anos tem uma renda média de 18.040 Dólares, contra 8.850 Dólares dos indivíduos que tem entre 20 e 24 anos. Assim, se você oferecer um pacote de serviços pode captar mais fácil esses indivíduos. Na Minds, por exemplo, uni o inglês da sala de aula com um intercâmbio específico para essa faixa etária. Criei a empresa Minds Travel que facilita o pagamento desse intercâmbio enquanto o aluno estuda na escola Minds. Após concluir o curso, ele vai para o país que desejar.
 
5) Pense na sua infraestrutura para atendê-los

Como detentores do capital, esse público tende a ser mais exigente quanto ao conforto e infraestrutura que a sua empresa oferece. Fique atenta(o) ao seu espaço físico e o mantenha bonito, funcional e bom para fidelizar essas pessoas. Lembre-se que é mais fácil manter os clientes fiéis do que conquistar novos.
 
Abraços e um excelente 2018 para todos!
http://www.mindsidiomas.com.br/

s;