Maternidade é um dos principais gatilhos para empreender

maternidade

Segundo a pesquisa “Empreendedoras e seus negócios” da RME, empreender é uma das principais alternativas para mães manterem-se ativas
 
A maternidade é um grande gatilho para as mulheres buscarem o empreendedorismo como ocupação. Na pesquisa realizada pela Rede Mulher Empreendedora no final de 2017, essa afirmação fica bem clara, já que de 55% das empreendedoras que são mães, 75% decidiram empreender após darem à luz.
 
Esse movimento ocorre em dois sentidos com 55% das mulheres buscando empreender para ter mais qualidade de vida, ou seja, ter mais flexibilidade de horário e assim conseguirem conciliar suas atividades familiares com seu trabalho. No outro lado temos as empresas, que ainda configuram um ambiente hostil para as mães, na pesquisa da FGV, vemos que 48% das mulheres são demitidas após a licença maternidade, tornando o empreendedorismo, de certa forma, uma necessidade.
 
Pensando nessa situação e analisando os dados citados, a Rede Mulher Empreendedora preparou um evento especial focado em mães empreendedoras. O tradicional Café com Empreendedoras é realizado mensalmente em São Paulo e traz programação para inspirar, capacitar e incentivar o networking entre empreendedoras.
Neste mês, no dia 30/05, das 9h às 13h, no auditório da FECAP, na Liberdade, teremos mentorias, palestras, painéis e feira de negócios circundando o tema empreendedorismo materno, uma programação rica para todas as empreendedoras, sejam mães ou não.
 
Também ocorrerão, neste mês, edições do Café com Empreendedoras por todo Brasil, acesse a página do Sympla da Rede Mulher Empreendedora para mais informações sobre os locais: www.sympla.com.br/rme

s;