SOBRE A RME

 

Rede Mulher Empreendedora – RME é a primeira plataforma de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil, que tem como propósito empoderar empreendedoras economicamente, garantindo sua independência financeira e de decisão sobre seus negócios e suas vidas.

 

A RME, como é conhecida, oferece, para as mais de 300 mil empreendedoras cadastradas, site com conteúdo relevante e de qualidade, dicas e notícias; promove eventos de networking, cursos, mentorias, inspiração; realiza parcerias com empresas que acreditam na causa do empreendedorismo feminino para levar oportunidades e facilidades para as mulheres; disponibiliza espaço publicitário em destaque no site, por meio de nosso marketplace; faz indicações para fomentar o comércio entre pequenas mulheres donas de negócio. Além disso, conta com um grupo de apoio, com mais de 45 mil membros, no qual a sororidade é promovida por meio de discussões e ajuda mútua.

 

A Rede realiza parceiras com empresas que acreditam na causa do empreendedorismo feminino para levar oportunidades e facilidades, são elas Facebook, Google, Avon, Natura, Itaú, PANDORA, Apex, Unilever, entre outros. Também é signatária dos princípios de empoderamento da ONU Mulheres e foi vencedora do edital Goldman Sachs & Fortune Global Women Leaders Mentoring Award, em 2017; e recebeu Menção Honrosa no WEP’s, em 2016.

 

Idealizada em 2010, por Ana Lúcia Fontes, durante o “Programa 10 mil Mulheres da FGV”, a Rede começou como um blog, no qual Ana, ao perceber que, assim como ela, muitas empreendedoras compartilhavam dúvidas e medos, decidiu criar para responder e ajudar essas mulheres. O espaço foi evoluindo, tornou-se um grupo e depois foi se moldando no negócio social que é hoje. Em 2017, foi fundado o Instituto Rede Mulher Empreendedora, a vertente social da RME, que trabalhará com mulheres em situação de vulnerabilidade.

 

Nossa equipe acredita que quando uma mulher é empoderada financeiramente, ela não muda só a realidade de sua família, mas também a da sociedade, pois quando elas têm negócios que dão certo, investem em suas comunidades, especialmente, para que haja um contínuo desenvolvimento e tratam seus públicos de interesse como uma família estendida, pois acreditam no poder colaborativo para melhorar o mundo.